sexta-feira, 20 de abril de 2018

Kimiom de Meridia - #Resenha

Kímiom de Merídia
Caio Galeno
Ano: 2017 
Páginas: 204
Idioma: português
Editora: Upbooks


Sinopse:
Em uma nação autocrata, onde um imperador dita o desejar e pensar de seu povo, Kimiom vive uma vida triste, pobre e alienada. Sem pai, Kimiom, junto à mãe, assume a própria casa e luta para sustentar seus dois irmãos mais novos. 
Quando Sino, seu odiado primo, encontra Kimiom, a sua mãe não pode mais evitar: está na hora do garoto cumprir seu destino. Sino o guia, enquanto Kimiom é pressionado a se levantar como símbolo de uma revolução e centro de acontecimentos que mudarão seu universo para sempre. 
Destinado a ser algo que não compreende, ele lança-se ao inexplicável para saber quem realmente é: uma arma, um salvador, um desastre, um monstro, um erro, um peão? Com grandes poderes vêm responsabilidades inimagináveis, e Kimiom sentirá na pele o compromisso que tem com a humanidade, assim como o autor sente seu compromisso de dar ao leitor uma bela história.


Kimiom é o primeiro livro de uma trilogia, e o escritor Caio Galeno, cumpre bem o objetivo de nos apresentar, descrevendo o cenário, personagens e o contexto político e sócio cultural dos povos.
Enfatizando o crescimento do personagem protagonista, Kimiom, na sua jornada em busca da sabedoria para despertar e dominar, seus poderes até então desconhecidos.

Kimiom de Meridia, é um livro que faz parte do gênero "Literatura Fantástica Cristã", confesso que só tinha visto falar de "As Crônicas de Nárnia" do CS Lewis (Que ainda não li, apesar de estarem na minha lista de desejados), do mesmo gênero.

E pelo que li, nessas histórias, os heróis geralmente são frágeis, porém buscam em algo/alguém,  forças para alcançar seus objetivos , tornando-se corajosos e determinados.

E com o Kimiom não foi diferente. 
Um jovem que muito cedo perdeu o pai, e teve que assumir junto com a mãe, as responsabilidades pelo sustento da família.

Mais de 90% da população vivia em estado precário, e o jovem Kimiom, fazia o máximo que estava ao seu alcance, para conseguir manter sua mãe e seus dois irmãos, em uma condição um pouco melhor do que os demais.

Kimiom passou a ter sonhos, onde tinha poderes e controlava os quatro elementos da natureza. Outras pessoas sempre apareciam nesses sonhos e uma delas era o Sino, seu "odiado" primo.
Kimiom odiava todos os Luas, família paterna, por nunca os terem procurado, mesmo após a morte do seu pai.

Mas chegou o momento em que as verdades começaram a ser reveladas, e Kimiom, agora com 16 anos, descobre que "dentre cada geração dos Luas, um é capaz de dominar toda a natureza, os 4 elementos".

"- Kimiom, você é a coisa mais poderosa do mundo...
... Uma antiga profecia disse que um ditador se levantaria, um ser mal tentaria destruir o mundo, mas um herói iria derrotá-lo.
Você é esse herói."
Kimiom vê sua vida transformada depois dessa revelação de sua mãe e tem que partir para a sua caminhada, ao lado de uma das pessoas que mais odeia na vida... O Sino.

Muitas coisas acontecem no decorrer da estória, muitos outros personagens vão surgindo, novos segredos revelados e sentimentos profundos e verdadeiros vão crescendo, nessa busca por aprender as artes, nos 4 templos dos elementos vitais.



"Não existem humanos mais poderosos que outros, existem apenas aqueles que se esforçam para chegar onde querem e devem". 
Sino é um personagem forte, que ultrapassa tudo para cumprir o seu objetivo, ajudar o primo a se preparar para a sua missão... Muitas discussões, brigas, e momentos hilários - sim, tem uma "pitada" legal de humor por aqui - fazem parte da vida desses dois, o que acaba criando um verdadeiro laço de amizade.

O Caio criou um cenário, e o descreveu perfeitamente bem, sem ser cansativo, e ainda nos trás no início do livro, um mapa, para nos situarmos melhor, no decorrer da trama. E ao final, um capítulo bônus, onde nos conta a história de Meridia e todo o seu contexto de criação e formação política, sócio cultural, linguística, moedas e Leis, que são baseadas nos Atos Institucionais. 

Uma fantasia repleta de culturas, mistérios, criaturas, poderes mágicos, cidades esplendidas... E no livro I, já somos apresentados ao início das primeiras batalhas épicas, onde o nosso protagonista e suas escolhas, podem ser responsáveis pela salvação do mundo, ou a destruição de uma Era.

E são essas escolhas, que eu espero para ver, na continuação de sua jornada, nos próximos livros da trilogia - Espero que não demore rsrs - .

" - Só um coração puro e nobre pode ver quem eu sou, caso contrário, serás morto pela glória que me envolve."
Quanto à edição, eu gostei muito da capa - que é condizente com o conteúdo -, as páginas são amareladas e com fontes em bom tamanho, o que facilita bastante a leitura. Não encontrei erros ortográficos e curti bastante as ilustrações anteriores a cada capítulo e o simbolo - que é explicado durante a estória - e se encontra no rodapé de cada página do livro, como também no meu desenho para as fotos 😏


Kimiom de Meridia no...
 Facebook - Aqui
Skoob - Aqui
Adquirir no site da UPBooks - Aqui