domingo, 2 de abril de 2017

Blogagem Coletiva - Meu passado literário

Olá amantes dos livros!
Nesse mês de abril, estaremos participando de uma "blogagem coletiva", juntamentos com outros blogs que fazem parte do grupo #NomeProvisório. 
O #NomeProvisório é um grupo de blogueiros literários (amigos mais que especiais, que mesmo distantes um do outro, sempre estão presentes no meu dia-a-dia) que tem em comum, o grande amor pela leitura. 
Juntos participamos de outros projetos, e para esse mês iremos preparar posts que serão publicados a cada domingo, todos os blogs irão escrever sobre a mesma temática, porém cada post terá suas particularidades.

O nosso primeiro tema é...
Meu Passado Literário
Bom... Como não sou tão novinha, fica difícil lembrar muito bem do passado "lá em tão tão distante", mas vamos lá.
Eu comecei a ler aos cinco anos de idade, e lembro que gostava de pegar aqueles pequenos livros de histórias infantis e mergulhar dentro deles, pouquíssimas páginas, mas que tinham um mundo de coisas para me contar. 
E assim continuou, lembro que fui morar em Recife aos 7 anos de idade, nova cidade, nova escola, novos professores, novos amigos... amigos? sempre fui meio tímida, e demorou um pouco para me adaptar, então enquanto os coleguinhas de sala estavam lá brincando durante o recreio, eu estava na biblioteca, todos os dias e em todos os momentos livres. A Escola ficava bem próximo a minha casa, e com o tempo passei a visitar a biblioteca também no horário da tarde, e minha primeira amiga naquele novo bairro, novo mundo, foi a bibliotecária (que infelizmente não lembro o nome 😕). eu passava horas alí dentro e ainda levava 3 exemplares para casa, os quais eu tinha que devolver em uma semana, mas acabava levando de volta em no máximo 2 dias. 
E foi nessa época que li vários livros do Monteiro Lobato, e foi justamente dessa amiga bibliotecária que ganhei o meu primeiro livro, lembro que era um livro enorme (tamanho A3 - que infelizmente não tenho mais), chamado "Fábulas Encantadas", era lindo, de capa dura e com 4 histórias: João e o pé de feijão, Chapeuzinho Vermelho, O Gato de botas e Rampunzel... Não faço ideia de quantas dezenas de vezes folheei aquelas páginas.
Mas os anos foram passando, depois de 3 anos mudei para outro lugar e sempre que tinha oportunidade lia alguns livros, mas foi diminuindo bastante. Nas visitas a casa da minha prima, eu mergulhava dentro do cesto de gibis da turma da Mônica, lia todos que podia no intervalo de cada brincadeira até a volta para casa. 
Na minha adolescência passei a ler aqueles romances "água com açúcar", Sabrina, Júlia... (eram da minha irmã mais velha), e aos 15 anos li o primeiro livro que realmente me marcou...
O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry, esse é um livro daqueles que a gente guarda na memória para toda a vida, e eu já reli ele outras vezes, e sempre descubro algo escondido nas entrelinhas.
Depois, na fase de ensino médio vieram os clássicos, e diferente da maioria dos (as) colegas, eu sempre gostava de conhecer novos títulos, entre eles tenho alguns que continuaram na memória e também na minha estante até hoje: Dom Casmurro de Machado de Assis, Inocência de Visconde de Taunay e Amor de Salvação de Camilo Castelo Branco.

Depois dos clássicos vieram escritores renomados e que me fizeram apaixonar ainda mais pela leitura, a forma de escrita do Dan Brown e do Khaled Hosseini, é contagiante e me fizeram viajar para novos lugares, tamanha a perfeição de detalhes em "O Código da Vinci", como também passar algumas horas tentando compreender a mente humana durante a leitura de "O Caçador de Pipas", nessa época eu pegava esses e outros livros emprestado com o meu tio.
Bom, mas nem sempre meu passado foi repleto de livros. Eu casei, fui mãe duas vezes, e essa rotina de mãe de filhos pequenos, esposa, trabalhar fora... Ficou impossível ser conciliada com livros, então passei alguns anos de minha vida distante deles.
Em 2012 ocorreram mudanças em minha vida e resolvi voltar a estudar, iniciei o curso Técnico em Edificações, e junto com vários livros sobre construção civil, muitos outros livros surgiram. E aquele amor antigo pela leitura voltou ainda mais forte. 
Em 2015 eu ganhei da minha amiga Sheyla, um dos livros mais especiais da minha estante, e é sem dúvida o mais lindo. Inferno de Dam Brown edição especial capa dura e ilustrada.💗💗













Junto com essa amiga, compartilhei muitas leituras e ao começar a postar no instagran as fotos dos livros, conheci os famosos "#instaliterários" e foi aí que nasceu o "Amante dos Livros".
Em meu passado mais recente, também aconteceram coisas marcantes que também preciso falar aqui. Conheci vários autores nacionais e pude ver a dificuldade que muitos deles, mesmo sendo muito bons escritores, tem de levar seus livros ao conhecimento dos leitores, e por isso decidi lutar com eles essa luta de divulgar os Nacionais...
E como diz essa frase que vi um dia na internet - "Ler um livro é para o bom leitor conhecer a pessoa e o modo de pensar de alguém que lhe é estranho. É procurar compreendê-lo e, sempre que possível, fazer dele um amigo."(Hermann Hesse)
Também tenho o orgulho de poder chamar de "Amigo (a)", alguns dos escritores e escritoras que conheci. E entre eles irei destacar a Isabelle Fochier, que conheci através de um livro lindo que li (Se tornou meu preferido em Romance), "O Sentido das Palavras", a Isabelle é uma pessoa incrível, excelente escritora, é natural de Coimbra, e apesar da distância se tornou uma grande amiga e devo isso ao meu amor pelos livros.
Bom, apesar de já ter falado demais, preciso falar que Harry Potter não esteve presente em meu passado literário, mas por ser tão amado por todos que já leram, eu não poderia deixar de conhecê-lo, principalmente com amigos tão fãns, como os do grupo #NomeProvisório. Então ele também irá aparecer nesse post, fazendo parte do meu presente literário, estou participando do projeto #10MesescomHarry e pretendo ler todos até o final do ano (Li o 1 e o 2).
Então é isso gente, amei falar sobre o meu passado literário e vocês também podem visitar os blogs amigos que estão participando da blogagem coletiva, e assim conhecer também o passado de cada um deles.
ThamiEu Li ou Vou Ler

LukeCafé com Luke
Paulinho e Ana - Ponto Para Ler


Até o próximo domingo! Beijão!