quinta-feira, 13 de abril de 2017

Uma vez você, uma vez eu - Resenha

Uma vez você, uma vez eu
Diego Martello
Ano: 2015 
Páginas: 184
Editora: Novos Talentos da literatura brasileira

Sinopse:
Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles.
Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade.
Um livro repleto de reflexões, uma verdadeira obra literária com a técnica de fluxo da consciência.
Apresentando uma simulação de ordem - ou desordem - dos pensamentos do william (Protagonista), uma complexidade entre o mundo real e o onírico.
Já tinha lido alguns estudos sobre o fluxo da consciência na literatura, porém ainda não tinha tido a oportunidade de ler um livro voltado para essa técnica literária.

Gostei muito da experiência e muitas vezes me senti dentro da mente do protagonista, onde suas diversas situações entre o consciente e o inconsciente, impressões, sensações, raciocínios, emoções... acabam por se misturar ao nosso próprio "Eu", e nos faz refletir, analisar e compreender fatos da nossa própria realidade.

Uma leitura um tanto quanto "complexa", porém muito enriquecedora. 
Impossível não destacar vários quotes que me marcaram e que pretendo reler em outros momentos de minha vida.

A edição é linda, eu amei a capa e tem tudo a ver com a proposta do  livro. As páginas são amarelas, não encontrei erros. É uma obra marcante, que além de trazer ao leitor inúmeras reflexões, ainda surpreende com aquele final nada esperado.

"Até tinha o conhecimento dentro de mim, mas não conseguia alcançá-lo quando precisava."

"Portanto, não mais amaldiçoaremos as pedras em nosso caminho ou abençoaremos as planícies, mas entenderemos suas diferenças e benefícios para sermos seguros e firmes com nossos próprios passos e podermos continuar a caminhar independente do terreno."

"Independente disso, cada pessoa carrega uma pérola em seu peito que a faz diferente e única."

"Você não precisa dominar  o  mundo para ficar em paz, você precisa ficar em paz para dominar o mundo."

"A realidade e a ilusão só se distinguem para quem não tem a capacidade de sonhar, pois ambas conseguem fazer meu coração bater mais forte..."


Book trailer