terça-feira, 27 de setembro de 2016

Na Cidade da Fúria - Resenha

Olá pessoal, o mês de setembro está chegando ao fim e o #SETEMBROPOLICIAL está acabando, então, vamos de mais uma resenha... e dessa vez será mais um nacional.

Na Cidade da Fúria
Autora: Fernanda Chazan Briones
Ano: 2015  

Páginas: 268
Idioma: português
Editora: Chiado Editora

Sinopse

A jovem Rachel viaja para Argentina com sua irmã mais velha. Mas o que era para ser apenas mais uma viagem, acaba se transformando em um grande pesadelo. Logo no primeiro dia em Buenos Aires, a irmã de Rachel desaparece. Na capital daquele país, uma quadrilha está à solta sequestrando e dopando inocentes, e caberá à Rachel descobrir como derrotá-la, uma vez que a imprensa está cega e a polícia tomada pela corrupção. Mas ela não está sozinha. Nahuel é um jovem argentino que, como a brasileira, tem motivos de sobra para querer desmascarar a quadrilha de sequestradores. Junto de Rachel, ele viverá momentos de ação, mistério e muita fúria em Buenos Aires.

Esta é uma história cheia de surpresas e reviravoltas, protagonizada por uma garota corajosa e determinada que quebra todos os padrões. No livro, há referências a ícones da cultura argentina, bem como lendas urbanas e costumes do cotidiano portenho trazidos pela juventude do século XXI. Você irá conhecer as tumbas do Cemitério da Recoleta e comemorar os gols no estádio La Bombonera. Tudo isso a base de muitas empanadas, é claro.

Apesar de a capa ser um pouco assustadora - Pelo menos para mim é! Sou super medrosa :p - Na Cidade da Fúria, é um livro de suspense policial e psicológico, daqueles super instigantes. A trama é muito bem escrita, e o clima de investigação e medo nos fascina e nos leva junto com os personagens, na busca  da elucidação do mistérios.

A jovem Raquel - protagonista - sempre foi fascinada pelo idioma argentino, particularmente aquele metade Espanhol/metade Italiano, com sotaque forte e palavras próprias, o qual ela prefere chamar de "argentinês".

Por esse motivo ela dedicou-se a ler livros em idioma argentino, ouvir músicas argentinas e assistiu ao filme "El Secreto de sus ojos", diariamente por 5 anos - hahaha, isso mesmo! E só lendo o livro para saber o motivo de assistir a esse único filme, e como ele acaba sendo útil à ela, não apenas por lhe proporcionar aprender o idioma ;) - Bom, isso tudo  deixou Raquel muito bem preparada para a sua tão sonhada viagem à Argentina, tendo como companheira nessas férias, a sua irmã mais velha, a Tata.

Porém nada acontece como o planejado, e logo no primeiro dia em Buenos Aires, a Tata é sequestrada por uma quadrilha que é denominada de "Zumbis", pelas características apresentadas nos olhos dos criminosos.

A Raquel estava próximo ao local onde raptaram a Tata, e ao ouvir os gritos, correu desesperadamente, porém não chegou a tempo de ver o que aconteceu. 
A polícia já estava no local, mas não acreditava muito nos depoimentos das pessoas que estavam presentes, foi aí que a Raquel conheceu o jovem Nahuel, que explicou-lhe o que tinha visto e lhe convenceu que teriam que agir sozinhos se quisessem encontrar sua irmã, porque há algum tempo já vem acontecendo esse tipo de coisas e a polícia não consegue descobrir nada... ou será que não querem descobrir?
Apesar de não conhecer o garoto, Raquel não tem outra opção, ela não teria nenhuma chance de encontrar a Tata sozinha, então acabou aceitando a ajuda. 
Nessa busca incessante para desvendar esse mistério e encontrar a Tata, outros personagens aparecem... entre eles, os amigos de Nahuel, que fazem toda a diferença no decorrer da trama.

A Fernanda nos trás um mundo fascinante, repleto de suspense. Unindo temas como obsessão, drogas, corrupção na polícia, romance, o valor da amizade... um verdadeiro "misto de sentimentos", tudo isso escrito de forma super fluída, envolvendo o leitor a cada página.

Eu super recomendo o livro, e agradeço a Fernanda pela oportunidade de nos encontrarmos "Em la ciudad de la furia"
Alguns lugares são apresentados durante o livro, deixarei algumas imagens por aqui...

"- Uma mujer no es coadyuvante de la historia, Raquel.
Una mujer es capaz de hacer la historia ella misma."

Para conhecer um pouco mais sobre a Fernanda e seus trabalhos, é só dá uma olhada nos links abaixo>>>

Ps.: No mês de outubro - mês das crianças - teremos resenha do
livro infantil "Histórias De Terror Para Crianças", até  lá!

Gente! Corre que ainda dá tempo participar do SORTEIO que está rolando no #SETEMBROPOLICIAL... Vejam as regras para concorrer a esse super kit de livros e tudo que já rolou nos blogs que estão participando, nesse link AQUI!