sábado, 22 de outubro de 2016

O Poeta da Lua

Olá amantes dos livros!
Vamos de #Resenha?
O livro da vez é uma obra do escritor António Casado, que recebi em parceria com a Chiado Editora. 

O Poeta da Lua 
Autor: António Casado 
Editora: Chiado 
Idioma: Português de Portugal 
Obra: 2 Volumes 
Páginas: 1000 

Sinopse livro 1: 
A postura de Alex é a de um gladiador romano. A felicidade resume-se à capacidade de encontrar alguém com quem possa partilhar sentimentos semelhantes, onde a compreensão seja mútua e o amor que tem para dar, a chave de todos os arcanos, se faça representar no outro de tal forma que desperte nele a necessidade de o amar também. É isso o amor. Conhecia-o. Já amara e fora amado. Neptuno, talvez inquietado com a grandeza multidimensional daquele romance, que como fogo-de-artifício em dia de festa se propagava por toda a parte e colhia louvores de toda a gente afastara-o do seu caminho. Duma forma ardilosa e egoísta, arrecadara para si todo o carinho que o companheiro lhe dedicara. Todos os outros foram uma fugaz passagem. Em alguns até acreditou.... 
 
O Poeta da Lua é uma obra repleta de sentimentos que levam o Alex a uma vida cheia de altos e baixos. 
Após a separação dos pais, Alex com pouco mais de 10 anos de idade, encontra-se  em uma fase super difícil de sua vida... sente-se rejeitado pelo pai, e começa a descobrir-se atraído por outros meninos.
Isso ainda é um grande tabu. E o jovem Alex vai ficando introspectivo, com medo que os colegas o chamem de “maricas”. 

“ A ideia angustiante de uma separação ganhou consistência dentro de si, Parecia-lhe que alguém vinha roubar parte do seu mundo. De um momento para o outro viu-se relegado para um plano qualquer onde não se encontrava e do qual não fazia parte”Quote

Essa obra trata de vários assuntos polêmicos: a homossexualidade, o preconceito, a pedofilia, a política, a pobreza, as dificuldades sociais, onde o pobre não tinha direitos a uma saúde e educação dignas, onde o dinheiro falava mais alto.
Porém nota-se que o tema principal é o AMOR, a busca pela felicidade, a aceitação da orientação sexual, a beleza de várias paisagens espalhadas pelo país, e assim vários poemas foram escritos por Alex, falando da descoberta dos sentimentos e da beleza da natureza. 
Ao conhecer Eduardo descobre uma vida plena, cercada de felicidades e resolvem assumir a relação, assumir a homossexualidade sem preocupar-se com o preconceito, com as dificuldades que encontrariam pela frente, até que um acaso acaba por separá-los e leva a infelicidade ao coração do Alex, o Poeta da Lua, fazendo-o fechar-se em uma redoma de tristeza, medo de se apaixonar e sofrer novamente, uma revolta que o leva a uma vida desregrada, que o leva a pensar em tirar a própria vida. E só a ajuda do amigo Valter, o impede de fazer essa loucura. 
Uma estória que se passa em Portugal, mas que poderia se passar no Brasil, fazendo um paralelo com a situação que se encontra nosso país.
Apesar de ser escrito em português de Portugal tem um vocabulário de fácil entendimento, e por ser uma obra longa, com muitos personagens, faz-se necessário atenção para não perder a linha de raciocínio do autor e a estória de cada personagem, e também as várias citações poéticas. 
Para conhecer melhor o Alex “O Poeta da Lua”, seus amores, seus desamores, seus amigos, seus poemas e tudo que cerca sua vida, recomendo a leitura dessa obra, mas venha com o coração aberto para entender e se emocionar com as aventuras vividas pelos personagens, suas tristezas, alegrias, e principalmente pelo AMOR em família, pais e filhos, pelo amor dos casais do mesmo sexo, e também dos casais de sexo oposto, pelo amor dos amigos que estão sempre a disposição para ajudar a todos que necessitem de sua solidariedade.

António Casado
Nasceu em Setúbal, em 1960.Desde muito cedo começou a escrever e a guardar os textos; poesia, prosa poética, entre outros.Participou como repórter no “Jornal de Setúbal” e “Setubalense”.Estudou na escola “Sebastião Gama”.Em 2009 começa a participar em páginas literárias tais como “Luso Poemas”, “Cultura e Humanismo”, “Estante da Maria Valadas”, etc.Em 2012 participou num concurso literário. Foi então editado o “Clamor do Vento”, um livro de poemas. O lançamento foi feito no Porto, tendo sido protagonista de palestras e debates nas escolas.Inicia em 2009 o romance “Poeta da Lua”, que viria a terminar em 2012, resultado de árduas pesquisas.
"Convidamo-lo a descobrir os nossos livros. Temos sempre um livro que será um desafio para si. O nosso desafio é merecer que os nossos livros façam parte da sua vida." (Chiado)

Mércia Machado e Marinalva Machado