sábado, 21 de novembro de 2015

Olá meus queridos Amantes dos Livros!
Primeiro que tudo... uma boa tarde de sábado e um lindo fim de semana a todos!

Vamos de Resenha!


O Livro da vez é o ... "Sobre Mocinhos e Bandidos", do Autor Parceiro, Fabio Diaz Mendes, cedido como parceria no blog.

Nome do autor: Fabio Diaz Mendes
Título da obra: Sobre Mocinhos e Bandidos
Nome da editora: Penalux
Ano da publicação: 2015
Lugar da publicação: Brasil
Número de páginas: 176

Sobre Mocinhos e Bandidos
São vinte e dois contos com uma unidade narrativa, ou seja, temática única que pontua as diversas situações dos personagens comuns do cotidiano. O que embasa a obra é o bem e o mal, e como é tênue a linha que os separa. Estar em cada um destes gêneros de comportamento, nem sempre se dá por pura e simples questão volitiva, pois os personagens mostram que a sorte, muitas vezes, é determinante. Noutras tantas é apenas uma singular questão de incapacidade em decidir e seguir qualquer um dos caminhos, como se uma força maior empurrasse para qualquer deles, sem nenhuma chance de oposição do protagonista.

Observando a sociedade em que vivemos, onde somos vítimas diariamente, sendo direta ou indiretamente de fatos como: desigualdades sociais, agressividade, medo, violência, preconceitos....
Percebemos que...
Vivemo constantemente entre "o bem" e "o mal".

Um mal que é proveniente em muitos casos, de egoísmo, ambição, vícios, ingratidão, irresponsabilidade...
E que muitas vezes nós, seres humanos, com toda a nossa inteligência, não conseguimos discernir e buscar formas de amenizar esses problemas.
O livro é composto de 22 contos que nos levam "com um tapa na cara",a enxergar fatos que de tão semelhantes aos que acontecem a nossa volta, também poderiam acontecer com nós mesmos... 

Quem nunca??
Conheceu ou ouviu falar...

  • Em algum jovem que foi levado ao caminho do "mal", por causa das más companhias... ou que foi julgado por isso, mesmo sem fazer parte dos atos cometidos pelos seus "Amigos", mesmo sendo inocente...
  • Em uma mãe que jamais desiste de lutar para trazer seu filho de volta... mesmo quando ele afunda cada dias mais em um poço sem fim...
  • Pessoas que se corrompem, pela ganancia do dinheiro e do poder... mesmo quando sua principal função é proteger ao próximo...
  • Médicos que fazem um juramento solene, de praticar a medicina honestamente... e que mesmo assim exercem sua profissão apenas pelo dinheiro, colocando a vida de seus pacientes em risco...

Enfim... Quem nunca???

Todos os contos se assemelham a casos de nossa realidade e nos faze refletir sobre até onde vai o bem e o mal, dentro de cada um nós...
O que leva alguém a escolher o caminho do mal, mesmo sabendo o que é certo, e que deveria fazer o bem?
O que podemos causar a nós mesmos, ou a quem está a nossa volta, a partir das nossas escolhas?

São perguntas que devemos nos fazer constantemente.
O livro causa um certo conflito existencial ao leitor. Como bem colocado na orelha do mesmo...


"Em vários contos, o autor demonstra que , em um segundo, numa atitude ou decisão errada, podemos ser alçados violentamente ao outro lado da linha tênue e perigosa entre o bem e o mal. Entre o certo e o errado. Entre o moral e o imoral. Entre o ético e o aético. O que induz concluir que a vigilância e apego aos preceitos escolhidos para a vida devem ser constantes."



Gostei muito do livro, e do tema abordado e bem esclarecido... Recomendo!!
Para conhecer um pouco mais sobre o autor e suas obras: