sábado, 28 de janeiro de 2017

Resenha - Bella - Romance Musical Pernambucano

Vamos de resenha pessoal 😉
Um romance nacional com sotaque pernambucano...


BELLA
Romance Musical Pernambucano
Autora: Daniella Pontes
Ano: 2016 
Páginas: 230
Editora: Coqueiro
Skoob

Sinopse
Bella é uma jovem mulher determinada, irredutível e independente, prestes a viver uma experiência que confrontará tudo em que sempre acreditou. Nascida no Japão, de pai americano e mãe Pernambucana, Bella cresceu pelo mundo devido ao trabalho de seus pais, e tem as melhores lembranças de Pernambuco ao lado da mãe, que foi quem lhe apresentou a cultura com que tanto se identifica. Distante do Recife já há alguns anos, e após o falecimento de sua mãe, Bella decide tirar um ano sabático antes de iniciar o seu mestrado e volta à Pernambuco em férias para se reaproximar de suas origens. Durante sua estada na casa dos tios e de sua prima Fernanda, ela descobre um baú antigo com uma carta e um caderno deixados para ela por sua mãe, e é surpreendida pela revelação de possuir raízes indígenas, da tribo dos índios Caetés. Em meio a esta descoberta, Bella acaba conhecendo Ricardo, e um beijo marcante desnorteia totalmente os seus sentimentos, deixando a protagonista perdidamente apaixonada pelo rapaz - sentimento que nunca antes sentira e do qual sempre havia fugido e se privado de viver. Mas um mal entendido desencadeará um ato inconsequente de Bella, que buscará um feitiço Caeté para se ver livre de uma imensa desilusão. As coisas se complicam ainda mais quando Bella tem seu nome envolvido no sumiço do doutor Leonardo - professor e orientador no doutorado que Ricardo está cursando, mas já não possui as memórias relativas ao acontecimento. Será possível esquecer de certos acontecimentos da nossa vida? Será que podemos mesmo escapar do que nos atormenta? Driblar o destino? Existirá, dentro nós, o botão “delete”, que possamos acionar tão fácil assim? Emoções e revelações acompanham o desenrolar desta trama, em capítulos embalados pela música pernambucana que sempre falam de encontro à protagonista, com um final surpreendente, ou, como sua prima, Fernanda, costuma dizer: “smartphonematográfico!”O primeiro livro de uma trilogia romântica que fará você interagir e torcer muito pela protagonista!
A protagonista - Bella -, nascida no Japão, filha de pai americano e mãe brasileira, apesar de ter crescido pelo mundo por causa do trabalho de seus pais, acabou conhecendo várias culturas e costumes de outros povos, mas o que mais lhe marcava, eram os conhecimentos passados sempre pela sua própria mãe, sobre a cultura brasileira. E nas viagens constantes de férias ao Recife, sempre se "esbaldava" nas músicas, danças e culinária local, fazendo de Bella uma "pernambucana" por escolha.

"Meu coração tá batendo/ Como quem diz:/ não tem jeito/ zabumba bumba esquisito/ batendo dentro do peito. - Coração bobo (Alceu Valença)"
...
Os pais de Bella foram morar no Brasil e ela ficou nos Estados Unidos cursando faculdade, indo apenas nas férias visitar a família... Sua mãe veio a falecer e só dois anos após sua morte, Bella conseguiu voltar ao apertamento onde os pais moravam, para recolher algumas coisas
E foi mexendo nos pertences da sua mãe, que Bella descobriu alguns segredos sobre seus antecedentes - os Caetés - e junto com uma carta a qual contava tudo, estava o último exemplar de uma relíquia da família indígena e que deveria ser preservado com muito cuidado.
algo que poderia ser utilizado para um encanto de cura, mas poderia se tornar uma "dolorosa maldição", caso fosse usado de forma precipitada.
Bella não deu muita atenção para isso, mal sabia ela que um dia poderia vim a pensar em fazer uso daquilo...
A trama é repleta de sentimentos... amor, ódio, dúvidas, medos... Bella é uma mulher um tanto quanto "fria", quanto à relacionamentos, aproveita o que a vida lhe proporciona, mas para ela tudo não passa de "momentos".

"Quem precisa de vivência quando se tem inteligência?
- Porém, só se adquire vivência, vivendo."
Nesse misto de sentimentos, Bella conhece o amor e o desamor, e esse processo de mudança de sentimentos tão efêmero, gera uma série de conflitos e junto com outros personagens vem uma narrativa que envolve suspense, espionagem, política, traição, perdão, ciúmes, conquistas... E tudo isso tendo como cenário, a capital pernambucana. E o Marco Zero, foi onde tudo começou... e era carnaval 
"Eu sou aquele pierrô 
Que te abraçou
Que te beijou, meu amor... 
(Máscara negra)"
A Daniela nos envolve em uma história bem envolvente e original, com personagens bem construídos e um cenário extremamente marcante. E em meio a tudo isso, acabamos por ver que muitas vezes podemos escolher "deixar de viver" algo, apenas por medo do que virá a seguir... E isso é um dos nossos piores erros, porque na verdade nunca saberemos se poderia ter dado certo, se nem ao menos tentamos.
A trama tem um misto  de romance (romântico), mistério, suspense e doses de humor que dão um toque bem especial.
A presença da cultura pernambucana é bem marcante, desde os pequenos trechos em destaque no início de cada capítulo, que são de artistas da terra... como também na linguagem típica de Pernambuco, que várias vezes é utilizada pela autora.
O final foi revelador, deixando claro os acontecimentos, porém abrindo um espaço para um novo livro ( espero que não demore rsrs ) e me deixando curiosa para saber os novos rumos que tomarão a história - Bella é o primeiro volume de uma trilogia -.
A Diagramação do livro é bem trabalhada, os capítulos não são muito longos e são intercalados com uma página preta, as folhas são amareladas e as fontes possuem um bom tamanho e espaçamento, proporcionando uma boa leitura.
Como ponto negativo indicaria uma melhor revisão, pois acabei encontrando alguns erros. E algo que eu colocaria mais como uma dica para a Daniella, seria adicionar notas de rodapé nas páginas, com o significado das palavras que são tipicamente regionais, pois assim facilita mais o entendimento, e também proporciona conhecimento de uma cultura nova ao leitor.

De todos os loucos do mundo eu quis você Porque eu tava cansada de ser louca assim sozinha. De todos os loucos do mundo eu quis você Porque a sua loucura parece um pouco com a minha.
"De todos os loucos do mundo" - (Clarice Falcão)

Eu indico o livro e vou deixar abaixo os links para que possam conhecer um pouco mais da autora e seus trabalhos e também uma lista de "trilha sonora" que nos acompanha durante a leitura desse "Romance Musical Pernambucano"... Beijinhos e até a próxima!

Marco Zero - Recife/PE
  Fonte: Google
Só um pouco da trilha sonora contida no livro para você ouvir no YouTube
Máscara negra - Dalva de Oliveira
Devagar - Jorge de Altinho
Coração bobo - Alceu Valença
  Marim dos Caetés - Alceu Valença

Amor perfeito - M. Sullivan/ P. Massadas